DSpace

RI UFBA >
Escola de Enfermagem >
Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGENF) >
Dissertações de Mestrado (PPGENF) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11161

Title: História oral de adolescentes grávidas em situação de violência doméstica
Authors: Mota, Rosana Santos
???metadata.dc.contributor.advisor???: Diniz, Normélia Maria Freire
Keywords: História oral;Gravidez na adolescência;Violência doméstica
Issue Date: 20-May-2013
Abstract: A violência doméstica contra a mulher grávida constitui-se um grave problema de saúde pública, sendo manifestada a partir de uma relação desigual de poder, enraizada nas relações de gênero, fruto da construção histórico-cultural. São sérias as repercussões da violência doméstica para a saúde física e psicológica da mulher, podendo se tornar mais grave caso se tratar de adolescentes, devido a transformações peculiares inerentes a esta fase da vida. Estudo de natureza qualitativa fundamentada no método da história oral temática. A pesquisa teve como objeto a história oral das adolescentes grávidas em situação de violência doméstica, como objetivo geral analisar a história oral de adolescentes grávidas em situação de violência doméstica. Os objetivos específicos foram: caracterizar as adolescentes grávidas em situação de violência doméstica e descrever a história oral destas. O corpus foi composto por cinco adolescentes negras. Como instrumento de coleta de dados, utilizou-se entrevistas com questões fundamentadas na história oral temática. O estudo foi realizado entre os meses de março e maio de 2011. Foram observados os aspectos éticos baseados na Resolução 196/96 do Conselho Nacional de Saúde (BRASIL, 1996), e o projeto foi aprovada pelo Comitê de Ética e Pesquisa da Escola de Enfermagem da Universidade Federal da Bahia sob o nº 5/2011. O método usado no estudo detalhado do material foi a análise de conteúdo de Bardin. Emergiram duas areas temáticas: infância e adolescência. A area temática da infância com a categoria vivência de violência (subcategorias: negligência; violência psicológica, física e sexual); e a da adolescência com as categorias: vivência da sexualidade (subcategorias: primeira relação sexual; contracepção) e gravidez (subcategorias: gravidez desejada/não desejada; vivência de violência doméstica; assistência pré-natal). A partir da análise das categorias e subcategories obtive-se: 1) A violência, tanto na infância quanto na adolescência, permeou as histórias das adolescentes estudadas; 2) Suas trajetórias de vida revelaram uma infância marcada pela negligência por parte da família e do estado, ficando, assim, expostas ao trabalho infantil, à exploração sexual, à opressão e às mais variadas formas de violência; 3) De igual modo, a adolescência foi marcada pelas iniquidades sociais, pela iniciação precoce na sexualidade: ou seja, sem a devida orientação dos educadores e/ou dos profissionais de saúde, a sexualidade culminou em gravidez e na violência no decorrer do período gestacional, cometida principalmente por parte do companheiro. Diante do exposto, cabe aos profissionais de saúde, à sociedade de forma geral e ao estado discutir o contexto das histórias de vidas das adolescentes grávidas em situação de violência doméstica para, então, colocar em prática as políticas públicas que atendam às demandas dessas mulheres. Faz-se necessária também uma urgente capacitação de profissionais da área de saúde bem como na área de educação no sentido de identificar e intervir nas situações de violência por meio da prevenção, diagnóstico e tratamento dos sujeitos envolvidos no processo.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11161
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGENF)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação_Enf_Rosana Mota.pdf3.23 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA