DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) >
Teses de Doutorado (PPGE) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/10562

Title: (Con) viver (com) a síndrome de down em escola inclusiva: mediação pedagógica e formação de conceitos
Authors: Pimentel, Susana Couto
???metadata.dc.contributor.advisor???: Miranda, Theresinha Guimarães
Keywords: Formação de conceitos;Mediação pedagógica;Síndrome de down;Formation of concepts;Pedagogical mediation;Syndrome of down
Issue Date: 2007
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Educação da UFBA
Abstract: Esta tese discute o processo de formação do pensamento conceitual por alunos com Síndrome de Down (SD) inseridos em escola regular. A formação de conceitos é discutida com base nos estudos de Lev Vygotsky e de aspectos da Psicologia Cognitiva. A educação da pessoa com Síndrome de Down é analisada, historicamente, considerando-se os paradigmas da segregação, da integração e da inclusão de pessoas com necessidades educacionais especiais na escola regular. A metodologia utilizada para o desenvolvimento da pesquisa empírica foi a análise microgenética do processo de formação do pensamento conceitual, considerando-se o processo de interação entre a professora e a aluna com SD e entre esta e seus pares e também com a pesquisadora, de modo a favorecer a percepção de indícios que demonstraram a internalização dos conceitos trabalhados. O estudo foi realizado em duas escolas no município de Feira de Santana, Bahia: uma escola da rede municipal de ensino, iniciando-se no processo de inclusão, e outra da rede particular de ensino com uma longa trajetória na prática de educação inclusiva. Na primeira, foi observada uma turma de primeira série do Ensino Fundamental na qual o conceito trabalhado era o da base alfabética na aquisição da língua escrita. Na segunda escola, observou-se, numa turma de segunda série do Ensino Fundamental, a apropriação de conceitos na área de Ciências. O trabalho metodológico envolveu: observação participante, entrevista com as professoras e as diretoras das escolas investigadas, conversa informal e mediação feita pela pesquisadora com as alunas com SD acerca dos conceitos trabalhados e solicitação de desenhos como forma de projeção e representação com vistas a perceber melhor a apropriação conceitual. Nas duas escolas, o resultado da investigação apontou que num processo de mediação pedagógica e de cooperação entre pares de alunos a apropriação dos conceitos dá-se de forma mais efetiva e que os alunos com SD são capazes de se apropriar de conceitos com eficácia tendo em vista as interações que acontecem no ambiente de sala de aula. Nesse processo de mediação pedagógica, as estratégias de ensino devem ser planejadas intencionalmente, de modo que promovam a formação de conceitos. Os resultados desta pesquisa contribuem, portanto, para a compreensão sobre o processo de formação do pensamento conceitual de pessoas com SD fornecendo bases para a construção de atividades mediadoras numa proposta pedagógica de ensino de conceitos.
Description: 212f.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/10562
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGE)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese_Susana Pimentel.pdf1.31 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA