DSpace

RI UFBA >
Instituto de Saúde Coletiva - ISC >
Dissertações de Mestrado Profissional (ISC) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/10310

Title: Mobiliza SUS na Bahia: emergência, desenvolvimento e contradições do cotidiano institucional
Authors: Silva, Tiago Parada Costa
???metadata.dc.contributor.advisor???: Teixeira, Carmen Fontes de Souza
Keywords: Políticas de saúde;Participação social;Mudança social;Health policy;Social participation;Social change;Saude publica
Issue Date: 2010
Publisher: Programa de pós-graduação em saúde coletiva
Abstract: A temática da participação e controle social é central à afirmação do Direito à Saúde, defendida pelo movimento da Reforma Sanitária Brasileira e constituída na institucionalização do SUS, principalmente na experimentação dos fóruns instituídos para a formulação e controle da execução das políticas de saúde. Essa experimentação tem motivado um crescimento geométrico na produção de conhecimento na área da participação e controle social em saúde, num debate em que a análise crítica das experiências tem considerável valor. Nesse sentido, objetivamos analisar criticamente a emergência e desenvolvimento do projeto MobilizaSUS na Bahia, no período de 2007 a 2009, enfatizando a identificação das contradições enfrentadas no cotidiano institucional, para subsidiar desenhos avaliativos do projeto e colaborar com o debate na área. O projeto apresenta como novidade a re-discussão da relação dos atores da sociedade política (burocracia estatal) com os da sociedade civil (movimentos sociais), guiando-se por diretrizes que envolvem diálogo, participação, consideração da experiência, construção coletiva, autonomia e reflexão crítica. Suas ações e atividades estão hierarquizadas a partir do desenvolvimento de seminários e da formação de rede, envolvendo atores de lócus regional e de lócus municipal. Sua implementação tem apontado fragilidades e limites relacionados à mobilização de poderes político, administrativo e técnico por parte dos atores envolvidos e também uma potência transformadora relacionada principalmente a características do método que o constitui. Assim, para um desenho avaliativo, sugerimos a construção de um modelo teórico-lógico que parta dos componentes do método do MobilizaSUS articulados a um olhar sobre os possíveis efeitos deste nos atores envolvidos.
Description: p. 1-82
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/10310
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado Profissional (ISC)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
6666.pdf615.99 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA