Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufba.br/handle/ri/15311
Tipo: Artigo Publicado em Periódico
Título: Relações entre a saúde mental da gestante e o apego materno-fetal
Título(s) alternativo(s): Estudos de Psicologia (Natal)
Autor(es): Alvarenga, Patrícia
Dazzani, Maria Virgínia Machado
Alfaya, Cristiane Ajnamei dos Santos
Lordelo, Eulina da Rocha
Piccinini, Cesar Augusto
Autor(es): Alvarenga, Patrícia
Dazzani, Maria Virgínia Machado
Alfaya, Cristiane Ajnamei dos Santos
Lordelo, Eulina da Rocha
Piccinini, Cesar Augusto
Abstract: estudo investigou as relações entre variáveis sociodemográficas, saúde mental da gestante e o apego materno-fetal no terceiro trimestre de gestação. Participaram do estudo 261 gestantes selecionadas através de amostragem por acessibilidade em quatro maternidades públicas. As gestantes responderam individualmente uma ficha de dados sociodemográficos, a Escala de Apego Materno-Fetal e o SRQ-20. A análise de regressão revelou que o número de filhos (4%) e a saúde mental materna (4,2%) explicaram parte da variância no apego materno-fetal. A escolaridade da mãe e do pai não esteve associada a essa variável. O modelo de regressão múltipla considerando os quatro fatores analisados, explicou 8,2% da variância nos escores de apego materno-fetal. Discutem-se as implicações dessas variáveis na formação do vínculo da mãe com o bebê durante a gestação.
Palavras-chave: Saúde mental
Apego materno-fetal
Gestação
Mental health
Maternal-fetal attachment
Pregnancy
País: Brasil
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/15311
Data do documento: 2012
Aparece nas coleções:Artigo Publicado em Periódico (PSI)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Patrícia Alvarenga.pdf307,26 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.